3º Fórum de Agricultura da América do Sul debate crescimento do agronegócio na economia mundial

BRASIL  –

O evento terá sua terceira edição em Curitiba, nos dias 12 e 13 de novembro

 Para debater um cenário global que depende e exige cada vez mais do agronegócio, o Fórum de Agricultura da América do Sul (Agricultural Outlook Forum 2015) realiza sua terceira edição nos dias 12 e 13 de novembro, agora em Curitiba, no Museu Oscar Niemeyer.

Com o mote “Sociedade Urbana, Economia Rural”, o Outlook Fórum 2015 trará 16 temas, divididos entre painéis simultâneos e grandes conferências, para abordar assuntos diversos que envolvem o agronegócio mundial: de tecnologia e conjuntura econômica à necessidade de ganhos em sustentabilidade. Com base em um ponto de vista sul-americano, o fórum vai debater a demanda crescente por alimentos em um contexto globalizado, e como os atores produtivos deverão se comportar dentro do campo geopolítico atual.

O agronegócio responde por quase 1/4 do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro e 1/3 do PIB de estados em que a economia está baseada no setor agropecuário, como é o caso do Paraná. Para 2015, o setor deverá ser o único a apresentar crescimento em um momento de estagnação da economia.

A mudança de local do evento para a capital paranaense – as duas primeiras edições ocorreram em Foz do Iguaçu (PR) – visa facilitar o acesso de todos os elos da cadeia produtiva e permitir a diversificação do público.  “O Outlook Fórum se consolidou como um grande encontro internacional para debater o setor agro, suas tendências e perspectivas. Por isso, trouxemos o evento a Curitiba com o intuito de expandi-lo e de enriquecer essa conversa. Esperamos reunir mais de 400 pessoas de 15 países diferentes”, explica o coordenador do Núcleo de Agronegócio da Gazeta do Povo, Giovani Ferreira.

No ano passado, o 2° Fórum de Agricultura da América do Sul reuniu 35 palestrantes e mais de 300 lideranças do setor de 11 países ao longo de dois dias. O tema debatido, “Inovação e Sustentabilidade no Campo”, procurou a discutir a América do Sul enquanto bloco e apontar caminhos para a região se estruturar de forma cooperativa, buscando manter a competitividade em um mundo globalizado.

Tags:

Comments are closed.

Contactenos